UTILIZE O CUPOM
PRIMEIRACOMPRA
GANHE 5% DE DESCONTO E 5% DE CRÉDITO EM TODAS AS COMPRAS.
CUPOM
PRIMEIRACOMPRA
5% OFF + 5% DE CRÉDITO.

Escolha seus produtos para saúde
ar cidade alzheimer


Limpar o ar pode ajudar a prevenir o mal de Alzheimer


Por Dennis Thompson


A poluição do ar faz com que você ofegue e respire ofegante. A fumaça coloca pressão em seus corações e inflama seus pulmões.

 

Será que o ar sujo também pode estar custando a saúde do seu cérebro?

 

Um trio de novos estudos descobriu que a qualidade do ar parece estar ligada a um risco de declínio do pensamento e demência, e o ar ruim pode até promover proteínas cerebrais tóxicas que são uma marca registrada da doença de Alzheimer.

 

"Isso é extremamente emocionante, porque indica o potencial que a melhoria dos níveis de qualidade do ar pode ter nos níveis de mortalidade, em outras áreas da saúde e também talvez no risco de demência", disse Claire Sexton, diretora de programas científicos e divulgação da Associação de Alzheimer.

 

No primeiro estudo, os pesquisadores descobriram que a redução da poluição por partículas finas e da poluição atmosférica ao longo de uma década estava ligada à redução do risco de demência entre as mulheres.

 

O estudo acompanhou mais de 2.200 mulheres com idades entre 74 e 92 anos sem demência que se inscreveram em um estudo de longo prazo sobre a saúde do cérebro. Os pesquisadores acompanharam suas habilidades de pensamento, raciocínio e memória à medida que envelheciam e compararam os resultados com a qualidade do ar de suas várias comunidades.

 

O risco de demência das mulheres diminuiu em até 26% para cada 10% de melhoria na qualidade do ar em seus bairros, concluíram os pesquisadores. Mulheres em áreas com ar mais limpo tinham risco de demência semelhante ao observado em mulheres dois a três anos mais jovens.

 

O ar mais limpo também parece retardar o declínio geral da função cognitiva e da memória, semelhante ao das mulheres de um a dois anos mais jovens, mostraram os resultados.

 

Esses benefícios ocorreram independentemente da idade, educação ou bairro, disse o pesquisador-chefe Xinhui Wang, professor assistente de neurologia de pesquisa da Universidade do Sul da Califórnia.


[CONHEÇA NOSSA LOJA DE PRODUTOS PARA SAÚDE]

 

"A poluição do ar é um fator de risco modificável", disse Wang. "O impacto será grande porque todos estão expostos a algum nível de poluição do ar. Se reduzirmos a poluição do ar, todos se beneficiarão."

 

Um segundo estudo de pesquisadores liderados por Noemie Letellier, um pós-doutorado na Universidade da Califórnia, San Diego, descobriu que as reduções na poluição de partículas finas entre 1990 e 2000 causaram demência e o risco de Alzheimer cair entre um grupo de mais de 7.000 pessoas na França.

 

O risco de demência caiu 15% e o risco de Alzheimer em 17% para cada redução de micrograma na poluição do ar por metro cúbico de ar, descobriram os pesquisadores. Novamente, as mudanças beneficiaram a todos, independentemente de sua renda ou de onde moravam na comunidade.

 

O terceiro estudo, liderado por Christina Park, estudante de doutorado no Departamento de Epidemiologia da Universidade de Washington, forneceu uma explicação potencial para o motivo pelo qual a poluição do ar pode afetar a saúde do cérebro.

 

Os pesquisadores descobriram que as pessoas com maior exposição à poluição por partículas e fumaça tinham níveis mais elevados de beta amilóide, uma proteína pegajosa que pode se acumular no cérebro. As placas amilóides são uma das marcas da doença de Alzheimer.

 

A poluição do ar também pode aumentar o risco de demência, causando inflamação no corpo e prejudicando a saúde do coração e dos pulmões, disseram Wang e Sexton.

 

Portanto, combater a poluição do ar pode não ser apenas uma maneira de impedir a mudança climática e proteger a saúde do coração, mas uma maneira de realmente reduzir a demência entre os idosos, concluíram os especialistas.

 

"Houve melhorias na qualidade do ar ao longo de vários anos e décadas, mas ainda há muito mais a fazer", disse Sexton. “Globalmente, mais de 90% das pessoas respiram ar que não atende aos padrões da Organização Mundial de Saúde”.

 

Todos os três estudos serão apresentados na segunda-feira na reunião anual da Associação de Alzheimer, realizada em Denver e online. As descobertas apresentadas em reuniões médicas são consideradas preliminares até serem publicadas em um jornal revisado por pares.

 

Mais Informações

 

O Instituto Nacional de Ciências de Saúde Ambiental dos EUA tem mais informações sobre os efeitos da poluição do ar na saúde .

 

FONTES: Claire Sexton, DPhil, diretora de programas científicos e divulgação, Associação de Alzheimer; Xinhui Wang, PhD, professor assistente, neurologia de pesquisa, University of Southern California; Conferência Internacional da Associação de Alzheimer, 26 a 30 de julho de 2021, Denver e online

Encontre seus produtos para saúde e receba em todo Brasil.
Lembrou de alguém? Compartilhe!
  • Escova com Sugador Power Clean Azul 1un

    Por: R$ 42,60

    Comprar
  • Loção Hidratante Pielsana AGE com Aloe Vera Sem Perfume 200ml - DBS

    Por: R$ 27,88

    Comprar
  • Toalha Umedecida Antisséptica Hi Clean 20 x 14 cm 10 un - Hartmann

    Por: R$ 7,79

    Comprar
  • Rioderm Soft 0.5 1 Litro - Rioquímica

    Por: R$ 19,14

    Comprar
  • Enxaguante Bucal Riohex Gard 0,12% 250ml 12 unidades - Rioquímica

    Por: R$ 168,00

    Comprar