Saiba qual é o maior fator de risco de incontinência fecal em homens | Suprevida


Homem apertado para ir ao banheiro


Saiba qual é o maior fator de risco de incontinência fecal em homens e em mulheres


Por Suprevida

 

 

Em algum momento da vida, alguns de nós se verão naquela condição de sentirem que estão evacuando nas calças – às vezes, isso acontece mesmo! Por exemplo, quando pegamos uma infecção intestinal ou quando, de uma hora para a outra, o laxante que tomamos começa a fazer efeito.

 

Algumas pessoas, entretanto, não conseguem controlar os movimentos do intestino e nem os músculos do ânus. O resultado é que as fezes acabam vazando sem que elas consigam contê-las. Isso é o que chamamos de incontinência fecal (hiperlincar os desafios de viver incontinência fecal).

 

Ninguém gosta de falar da incontinência fecal, mas ela é mais comum do que você imagina. Estimativas dão conta de que entre 5% e 15% dos adultos convivem com ela. A estimativa varia tanto porque a maior parte das pessoas passa a vida em silêncio, sem contar a ninguém sobre o seu problema, nem mesmo a seus entes queridos.

 

Você saberia dizer quem tem mais chance de desenvolver a condição? Conheça qual é o grupo, dentre as mulheres e dentre os homens, que tem mais risco de ter incontinência fecal.

 

 

1. Mulheres

 

Os músculos que ficam logo abaixo da vagina e que circundam o reto são os músculos que controlam os movimentos intestinais. Durante as fases finais do trabalho de parto, quando a mulher faz força para empurrar o bebê pela vagina, esses músculos são submetidos a uma pressão enorme e esses músculos podem ficar comprometidos.

 

Estudos mostram que 1 a cada 3 mulheres sofrem algum dano nesses músculos anais depois do nascimento do bebê. A maioria, claro, se recupera depois do parto, mas, para algumas, os danos nesses músculos são tão grandes que os efeitos podem persistir por anos. O resultado é que elas podem acabar desenvolvendo incontinência fecal, pois os músculos anais perdem a capacidade de fechar completamente.

 

O risco é maior para aquelas mulheres que passaram por mais de um parto normal ou tiveram um parto difícil por darem à luz um bebê de grande tamanho.

 

 

2. Homens

 

Homens que passaram por alguma cirurgia no reto ou no ânus são os mais suscetíveis a apresentarem o problema. Cirurgia para tratar hemorróidas, fissura anal ou uma fístula pode causar um trauma na região, danificando os músculos responsáveis pela continência, ou seja, aqueles que permitem que as fezes não vazem.

 

Fissura anal é uma ferida na borda do ânus, geralmente causada pela passagem de fezes muito endurecidas, por exemplo, em quem tem prisão de ventre. Já a fístula é um túnel (ou passagem) que se forma anormalmente do ânus (o buraco pelo qual as fezes são eliminadas) para algum lugar na pele que o rodeia. Ou seja, abre-se um outro canal para a saída das fezes, que não deveria estar ali.

 

 

Gostou do artigo acima? Então confira esse artigo sobre incontinência fecal: conheça as causas principais.

Saiba mais sobre esse assunto

Produtos relacionados:

  • Placa Sur Fit Plus Convexa 22/45 mm 5un

    Por: R$ 274,29

    Comprar
  • Curativo De Hidrofibra Convatec Aquacel Fita 2X45cm 5un

    Por: R$ 334,29

    Comprar
  • Placa Sur Fit Plus Convexa 13/45 mm 5un

    Por: R$ 274,29

    Comprar
  • Sistema de Cateter IV Fechado BD Nexiva 22G X 1.00IN 20un

    Por: R$ 1.237,60

    Comprar
  • Curativo Adesivo Aquacel Foam 17,5X17,5 cm 10un

    Por: R$ 1.790,10

    Comprar