Saiba como você deve fazer o descarte de agulhas e seringas | Suprevida


Agulhas e seringas sobre uma superfície azul


Saiba como você deve fazer o descarte de agulhas e seringas


Por Suprevida

 

 

Guarde este número: quase 8 bilhões de agulhas são usadas a cada ano por mais de 13 milhões de pessoas que necessitam de algum tratamento cujo remédio deve ser dado por injeção, segundo o American Nurse Today. Atenção: esses quase 8 bilhões não levam em conta as lancetas usadas pelos diabéticos várias vezes ao dia para medir as taxas de açúcar no sangue.

 

Medicamentos injetáveis são usados pra tratar uma porção de condições, como, por exemplo, hepatite C, diabetes, baixa fertilidade, osteoporose, entre outras. Além disso, muitas pessoas se automedicam em casa com drogas injetáveis como hormônio de crescimento, anti-alérgicos, vitamina B12 etc. Todo ano, aparecem no mercado novas drogas, que vão facilitar a vida de muita gente. Quanto mais opções, mais seringas e agulhas serão usadas. E para onde elas vão – ou deveriam ir?

 

Não é incomum as pessoas fazerem o descarte no lixo. E é aí que mora o problema. Segundo informou o Panorama Farmacêutico, em 2018 sete seringas, todas com agulhas, incluindo uma que uma continha sangue, quase perfuraram a mão de duas trabalhadoras da Cooperativa de Catadores Recicláveis de Umuarama, no Paraná. Segundo o site, o problema é recorrente, colocando em risco a saúde dos profissionais que trabalham com o lixo e também o meio ambiente.

 

Um dos erros bastante comuns é a pessoa que faz uso de seringas em casa jogar a agulha em um recipiente e depois jogar no lixo, sem imaginar que o recipiente pode se romper em algum momento da cadeia do lixo, podendo igualmente ferir e/ou contaminar alguém no meio do caminho.

 

Se você se automedica em casa, pode, sim, descartar agulhas em recipientes de vidro ou plástico com tampa, desde que eles sejam identificados e, quando cheios, sejam levados até um posto de saúde, que vai providenciar o descarte correto do material.

 

Se você usar um recipiente plástico, ele deve ser grosso o suficiente para não permitir que a agulha saia pelo outro lado. Garrafas PET não são recomendadas devido à sua fragilidade.

 

Mas há outra opção, esta disponível no mercado: são os chamados coletores de material perfurocortante. Ele lembra uma caixinha ou lixinho de banheiro, dependendo do modelo. Ela deve ser fechada e levada a um posto de saúde quando estiver quase cheia – mais ou menos 2/3 de sua capacidade total.

 

Os postos de saúde costumam distribuir gratuitamente esses coletores para quem sofre de alguma condição que requer a automedicação injetável em casa. Procure se informar.

 

 

Gostou do artigo acima? Então confira esse artigo sobre como escolher a agulha e a seringa na hora de dar uma injeção.

Saiba mais sobre esse assunto

Produtos relacionados:

  • Agulha Hipodérmica de Segurança BD Eclipse 18G X 1 1/2 (1.2 mm X 40 mm) 100un

    Por: R$ 57,46

    Comprar
  • Bolsa Active Life Drenável Opaca 45 mm 10un

    Por: R$ 214,29

    Comprar
  • Curativo Hartmann Hydrofilm 15X20cm 50un

    Por: R$ 654,29

    Comprar
  • Gel Curativo Hidratante Convatec Saf Gel Tubo 85g

    Por: R$ 43,93

    Comprar
  • Bolsa Para Ostomia, Drenável, Com Filtro, Transparente Hollister New Image 70mm 10un

    Por: R$ 301,43

    Comprar