uma parte da pele de um ser humano ressecada e escamando.


Pele seca: quais a causas mais comuns?

Doenças e remédios podem levar à pele seca



A pele costuma ser relacionada à beleza, mas ela é bem mais do que isso. Ela também é um indicativo da sua saúde.


Pele áspera, rachada, que às vezes coça ou mesmo descama é uma consequência normal do tempo frio e seco, da exposição a ar condicionado ou do uso excessivo de sabonetes em barra, que favorecem a remoção da camada de gordura que ajuda a mantê-la hidratada, e da longevidade, que leva à menor produção de óleos naturais pelas glândulas sebáceas da pele, tornando-a mais ressecada.


A secura também pode ser uma resposta do corpo ao uso de determinados medicamentos, como:


Diuréticos – Geralmente prescritos para quem tem problema de hipertensão, os diuréticos, claro, aumentam a perda de fluidos pelo corpo através da urina, o que pode levar à desidratação inclusive da pele.


Remédios para baixar o colesterol – A classe mais conhecida de remédios contra o colesterol alto é a estatina. Acontece que essas drogas também reduzem o colesterol da pele, um dos componentes da camada de gordura que ajuda a evitar que ela perca água e fique desidratada.


Anti-histamínicos – Os famosos antialérgicos podem afetar a produção de sebo, a gordura que impermeabiliza e lubrifica a pele.


Remédios contra acne – Pomadas ou cremes à base de retinol, ácido glicólico ou salicílico usados no combate às espinhas agem como esfoliantes e podem causar irritação e secura em pessoas cuja pele é mais sensível.


Pele seca também pode ser sintoma de alguma doença já conhecida ou ainda não notada por você; portanto, alerta vermelho quando ela estiver seca demais e por um período de tempo prolongado demais. Talvez seja hora de visitar o seu médico. Veja algumas condições médicas que podem levar ao ressecamento da pele:


Hipotireoidismo – A tireoide é a glândula responsável por produzir hormônios que não apenas são essenciais para o funcionamemento dos órgãos do corpo, como também têm um papel importantíssimo na regulação do metabolismo.


Quando os níveis desses hormônios caem, o chamado hipotireoidismo, tudo no corpo começa a desacelerar. Não por acaso seu intestino tem mais dificuldade para trabalhar (você fica constipado) e você se sente mais cansado.


Os hormônios tireoidianos também atuam na pele, assegurando que haja renovação celular. Quando a produção desses hormônios cai, esse ciclo de renovação é quebrado. Sem conseguir repor novas células, a camada mais externa da pele, a epiderme, torna-se quebradiça e seca.


Diabetes – A diabetes só afeta a pele se ela estiver descontrolada, ou seja, se os níveis de açúcar no sangue permanecerem altos por um longo período de tempo. A glicemia alta leva o corpo a perder líquido por meio da urina. Assim, ele – e a pele – ficam desidratados.


Doenças renais – A principal função dos rins é filtrar o sangue e manter o equilíbrio entre sal e água no corpo. Problemas nos rins só afetam a pele quando tornam-se crônicos e/ou estão em estado avançado. O ressecamento da pele acontece porque eles não conseguem mais manter o equilíbrio de minerais do organismo, com isso, o corpo vai se desidratando – e a pele também.

 


Saiba mais sobre esse assunto

Produtos relacionados:

  • Bolsa Sur Fit Plus Drenável Opaca 70 mm 10un

    Por: R$ 156,43

    Comprar
  • Cadarço Vascular Em Silicone Branco Mini - 0,83X406 MM - 0,03X16' - 1 un

    Por: R$ 73,03

    Comprar
  • Bolsa Sur Fit Plus Drenável Transparente 70 mm 10un

    Por: R$ 188,57

    Comprar
  • Tubo Traqueal 'T' Adulto 12mm - 1 un

    Por: R$ 290,16

    Comprar
  • Cateter Intravenoso Periferico BD Insyte 22G X 1.0IN 50un

    Por: R$ 884,00

    Comprar