Um senhor com a mão no queixo, pensativo, com o olhar fixo em algum lugar


Ostomia: mitos e verdade sobre o procedimento

6 mitos sobre a ostomia que você precisa conhecer


Se o seu médico considera a possibilidade de você vir a realizar uma ostomia  ou você tem algum ente querido nessa situação, saiba: você não está sozinho. Embora não haja dados oficiais sobre quantos são os ostomizados no Brasil, sabe-se que cerca de 1,4 milhão de pessoas se utilizam de especialistas no SUS e lá recebem bolsas coletoras. Isso dá uma ideia de há muito mais ostomizados no país do que se possa imaginar.


Por ser um procedimento que obriga a pessoa a coletar os resíduos produzidos pelo corpo em uma bolsa – fezes ou urina –, muito se fala de que a ostomia “acaba” com a vida do doente. Não é verdade. Inicialmente é preciso ajustar a vida, mas a partir do momento em que a pessoa se adapta ao uso da bolsa, ela tem uma vida praticamente normal.


Muitas informações erradas cercam a ostomia. Nós vamos ajudar você a entender que a imensa maioria deles não passa de mitos. Confira:


1. A ostomia é para sempre


Alguns pacientes precisarão, sim, conviver com a bolsa para o resto de suas vidas. Mas para muita gente, a ostomia é realizada a fim de deixar que parte do intestino se recupere de inflamações, de infecções, de fístulas e até de tumores. Tão logo a pessoa esteja completamente recuperada, é feita uma nova cirurgia para reverter a ostomia, criando uma espécie de bolsa coletora interna.


2. Todo mundo vai ver que eu tenho uma ostomia


Não é verdade. Ela fica imperceptível sob a maioria das roupas.


3. Nunca mais vou poder fazer atividade física


Muita gente continua plenamente ativa após a realização da cirurgia. Há desde maratonistas a triatletas ostomizados, o que significa que se você praticava esportes de maior intensidade poderá voltar a praticá-los depois de totalmente recuperado.


4. Posso me vestir normalmente


Claro! A ideia é que você continue a usar as mesmas roupas que antes da cirurgia, inclusive biquini e sunga na praia, bem como aquele jeans apertado.


5. Não vou poder mais ter relações sexuais


É perfeitamente normal que muitas pessoas temam que a vida vá mudar radicalmente, mas não é bem assim. Com diálogo e carinho, certamente o companheiro ou a companheira entenderão as necessidades que acompanham a vida do ostomizado.


Será preciso tomar algumas precauções antes de ter relações, como esvaziar a bolsa ou usar uma menorzinha. É bom saber que existem acessórios que ajudam a manter a bolsa no lugar, o que pode ser uma boa pedida nos momentos de intimidade.


6. Eu vou ter de mudar da minha alimentação radicalmente


Calma! Tudo vai depender do tipo de cirurgia a que você se submeteu e da sua rotina alimentar antes da cirurgia, mas não haverá, em tese, necessidade de grandes revoluções. Quem passou por uma colostomia geralmente deverá evitar alimentos que produzem excesso de gases, como feijão. Já quem passou por uma ileostomia deve evitar excesso de fibras. Será importante discutir não só com o seu médico, mas com um nutricionista, as melhores escolhas depois da cirurgia.


7. Pessoas com ostomia fedem


Este talvez seja um dos maiores mitos. Você só vai sentir o odor da urina e das fezes no momento em que for trocar ou esvaziar a bolsa, assim como você sente quando vai ao banheiro evacuar. Afora isso, não há cheiro algum.


8. Não vou poder nadar


Não há nada que o impeça de aproveitar uma boa praia ou piscina, mesmo usando uma bolsa coletora – desde que ela não esteja vazando. Há inclusive capas para cobrir a bolsa, se você se sentir inibido de usá-la em um lugar público.


9. Não vou poder engravidar


A não ser que você tenha Doença de Crohn e que ela a tenha deixado estéril – algo que pode ocorrer, isso é fato – você poderá, sim, engravidar.

Saiba mais sobre esse assunto

Produtos relacionados:

  • Meias Cardinal Antiembólicas T.E.D - Até o Joelho - Grande - Longa

    Por: R$ 86,09

    Comprar
  • Meias Cardinal Antiembólicas T.E.D - Até o Joelho - Extra G. Grande - Longa

    Por: R$ 86,09

    Comprar
  • Meias Cardinal Antiembólicas T.E.D - Até a Coxa - Extra Grande - Longa

    Por: R$ 143,49

    Comprar
  • Meias Cardinal Antiembólicas T.E.D - Até a Coxa - Extra G. Grande - Longa

    Por: R$ 143,49

    Comprar
  • Atadura Elástica Hartmann Peha-Haft Latexfree 4 cm X 10 m 1un

    Por: R$ 24,28

    Comprar