A mão de um paciente com um acesso venoso na parte de traz, coberto por um curativo


MARSI: Lesões de pele e seus fatores de risco

Conheça os fatores de risco para lesões de pele associadas a adesivos


Adesivos fazem parte de qualquer tratamento médico que se preze. Eles são essenciais, por exemplo, na fixação de linhas intravenosas ou arteriais, de tubos endotraqueais e de certos tipos de catéter, evitando que eles se movam e possam causar algum trauma em quem já está doente. Servem também para proteger uma região que acabou de passar por uma cirurgia e foi suturada e para cobrir um ferimento. Porém, eles não estão livres de risco – podem causar de irritação local a inflamações mais sérias, as chamadas lesões de pele relacionadas a adesivos, ou simplesmente MARSI, na sigla em inglês.


Vários fatores internos e externos influenciam no risco de uma pessoa vir a sofrer algum tipo de lesão. Conheça os principais:


1. Idade


Os extremos de idade, ou seja, prematuros e recém-nascidos, de um lado, e idosos, de outro, são o fator de risco mais importante para as MARSI. Explica-se: comparado à pele de um adulto, a do recém-nascido é entre 40% e 60% mais fina porque tem menos camadas, por isso, os bebês prematuros e recém-nascidos têm mais risco de terem a pele lesionada pelo uso de adesivos. Já os idosos, por terem a pele menos elástica e vascularizada, além de mais ressecada, também são mais suscetíveis a essas complicações.


2. Umidade e radiação


A exposição prolongada à umidade – seja por suor, por presença de exsudatos, urina ou mesmo fezes – contribui para que a pele fique macerada e mais suscetível a infecções e lesões. Assim, pessoas que têm incontinência urinária e fecal têm maior risco de ter a pele machucada com o uso de adesivos.


3. Uso de medicamentos


Medicamentos como esteroides são capazes de alterar a elasticidade da pele, fazendo com que ela fique mais suscetível à uma lesão na hora da remoção do adesivo médico.


4. Diabetes e AVC


Condições médicas como o diabetes e o AVC podem fazer com que a pessoa tenha alteração de sensibilidade, podendo não sentir se a sua pele fica ferida quando da retirada do adesivo.


5. Etnicidade


Alguns estudos mostraram que a pele de pessoas negras é mais rígida, o que pode afetar no risco de lesões.


Outros fatores também contribuem para o aumento do risco de lesões pelo uso de adesivos, entre eles o próprio uso contínuo de adesivos – colocar e retirá-lo seguidamente vai machucando a pele – e até o excesso de banho, que torna a pele mais sensível. Na realidade, o surgimento de lesões se dá devido a uma combinação de um ou mais fatores de risco.


Saiba mais sobre esse assunto

Produtos relacionados:

  • Meias Cardinal Antiembólicas T.E.D - Até a Coxa - Média - Longa

    Por: R$ 143,49

    Comprar
  • Meias Cardinal Antiembólicas T.E.D - Até o Joelho - Extra G. Grande - Longa

    Por: R$ 86,09

    Comprar
  • Meias Cardinal Antiembólicas T.E.D - Até o Joelho - Grande - Longa

    Por: R$ 86,09

    Comprar
  • Toalhas Umedecidas Bebê Love - 50un

    Por: R$ 15,86

    Comprar
  • Meias Cardinal Antiembólicas T.E.D - Até a Coxa - Média - Curta

    Por: R$ 143,49

    Comprar