Curativo Adesivo Convatec Aquacel Ag Foam 10X10cm 10un

Código: BR10343

Curativo estéril de espuma, constituído por uma camada externa impermeável de filme de poliuretano com barreira antibacteriana e antiviral, com controle da transmissão do vapor úmido do exsudato absorvido pelo curativo e uma almofada central com camadas absorventes.


Por: R$ 642,86*
Em até 12x de R$ 55,71 Ver Parcelas

Venda permitida para:


Saiba Mais


Os curativos AQUACEL Ag Foam adesivo compõem uma gama de curativos esteréis de espuma de Tecnologia Hydrofiber™, constituídos por uma camada externa impermeável de filme de poliuretano, e uma almofada central com várias camadas absorventes e uma borda adesiva de silicone. A almofada central absorvente é composta por uma camada de espuma de poliuretano e uma camada de contato com a ferida de fibras de não tecido com Tecnologia Hydrofiber (carboximetilcelulose sódica). A camada de contato com o leito da ferida de Tecnologia Hydrofiber contém 1.2% w/w de prata iônica.


A prata contida no curativo elimina uma ampla variedade de bactérias da ferida que ficam aprisionadas no curativo, e concede uma barreira antimicrobiana que protege o leito da ferida. O curativo absorve grandes quantidades de fluídos e bacterias da ferida, e forma um gel macio e coeso que se molda intimamente à superfície da ferida, mantém um ambiente úmido e auxilia na remoção de tecidos não viáveis da ferida (desbridamento autolítico) sem danificar o tecido. 

A camada externa de filme de poliuretano fornece uma barreira impermeável a vírus e bactérias que protege a ferida de contaminantes externos. Um ambiente úmido e o controle de bacterias da ferida dão suporte ao processo fisiológico de cura e ajuda a diminuir o risco de infecção da ferida. Este filme de poliuretano também ajuda a controlar a transmissão da umidade do exsudato absorvido pelo curativo.


A camada não aderente de contato com a ferida permite uma remoção atraumática do curativo. Os curativos adesivos tem uma borda com silicone, que apresenta uma fixação segura e suave para a pele, permitindo uma remoção não traumática do curativo.


O curativo AQUACEL Ag foam pode ser usado como curativo primário ou secundário. Pode ser usado só ou em combinação com outros produtos específicos para o tratamento de feridas segundo indicação do profissional da saúde. Este curativo pode ser cortado porém se adesiva for cortada, será necessário reforçar com adesivo para manter o curativo posicionado na ferida.


O curativo AQUACEL Ag foam adesivo atua como barreira protetora da ferida contra bactérias e vírus patogênicos (ex: HIV e vírus da hepatite). A utilização deste curativo não garante nem previne a transmissão do vírus da SIDA nem da Hepatite.


O curativo AQUACEL Ag Foam contém prata como conservante para prevenir ou minimizar o crescimento microbiano dentro do curativo.



INDICAÇÕES



O curativo AQUACEL Ag foam pode ser utilizado no tratamento de feridas crônicas e feridas agudas, tais como:


- lesões, pela capacidade de barreira do curativo contra a contaminação por vírus ou bactérias, ajudando na redução da infecção.


- queimaduras de segundo grau;


- pé diabético, úlcera de perna (úlceras venosas, úlceras arteriais, e úlceras de etiologia mista), úlcera de pressão (estágios II-IV);


- feridas cirúrgicas a cicatrizar por segunda intenção, tais como deiscência de feridas cirúrgicas;


- feridas cirúrgicas a cicatrizar por primeira intenção, tais como incisões dermatológicas ou cirúrgicas (ex: ortopédicas e vasculares)


- lesões traumáticas


- lesões com tendência a sangrar, tais como lesões que foram desbridadas mecânica ou cirurgicamente e zonas doadoras


- lesões dolorosas


- lesões infectadas


- abrasões


- lacerações


- cortes mínimos


- queimaduras mínimas



CONTRAINDICAÇÕES


O curativo AQUACEL Ag Foam não deve ser usado em indivíduos com sensibilidade ou que tenham apresentado reação alérgica ao curativo ou a algum dos seus componentes.


PRECAUÇÕES E OBSERVAÇÕES


Atenção: a esterilidade está garantida a menos que a embalagem primária esteja danificada ou tenha sido aberta antes da sua utilização.


Este curativo é para uma única utilização e não deve ser reutilizado. A sua reutilização pode levar ao aumento do risco de infecção ou infecção cruzada. As propriedades físicas do produto podem não ser mais adequadas para a utilização esperada.


Este produto não deve ser utilizado em conjunto com outros produtos para tratamento de feridas sem consultar um profissional da saúde.


Durante o processo fisiológico de cicatrização, o tecido não viável pode ser removido da ferida (desbridamento autolítico), o que pode fazer com que a lesão pareça maior depois das primeiras trocas do curativo.


Consultar um profissional da saúde no caso de irritação (vermelhidão, inflamação), maceração (branqueamento da pele), ou hipergranulação (formação excessiva de tecido de granulação).


Durante as trocas de curativo observar a ferida para a presença de (1) sinais de infecção (aumento de dor, sangramento, exsudato da ferida), (2) alteração da cor da ferida e/ou odor, (3) outros sinais não esperados (ex. Maceração ou hipergranulação).


O curativo pode ser utilizado em feridas infectadas somente sob os cuidados de um profissional da saúde.


A utilização do curativo AQUACEL Ag Foam não foi estudada em lesões por herpes simplex ou impetigo.


Embora tenha sido observado que certos produtos contendo prata podem causar descoloração da pele após o uso prolongado, estudos clínicos com produtos feitos a partir da tecnologia Hydrofiber com prata iônica não demonstraram tal descoloração.


Além disso, para úlcera de perna, úlcera de pressão, pé diabético, queimaduras de 2º grau, zonas dadoras, feridas cirúrgicas ou traumáticas a cicatrizar por primeira ou segunda intenção:


• O tratamento das lesões acima referidas só pode ser efetuado sob supervisão de um profissional da saúde.


• Medidas de suporte apropriadas devem ser tomadas quando indicadas (ex: o uso de bandagems de compressão graduada no tratamento de úlceras vasculares venosas ou medidas de alívio da pressão no manejo das úlceras de pressão, antibióticos sistémicos e avaliação frequente do tratamento da infecção da lesão, controlo da glicose para lesões do pé diabético).


• Em queimaduras de segundo grau, considere procedimentos alternativos (cirúrgicos) se a lesão não tiver reepitelizado em até 14 dias.


• A colonização de feridas crônicas é comum e não é uma contraindicação para a utilização do curativo. O curativo pode ser usado em feridas infectadas sob supervisão médica, em conjunto com terapêutica adequada e monitorização frequente da ferida.


• O curativo AQUACEL Ag Foam foi considerado seguro em ambiente de Ressonância Magnética.



INSTRUÇÕES DE UTILIZAÇÃO


1. Não utilizar o curativo caso a embalagem primária estiver danificada


2. Preparação e limpeza do leito da ferida


Antes de aplicar o curativo, limpe a ferida com agente de limpeza apropriado e seque a pele perilesional.
3. Preparação e aplicação do curativo
a. Escolha um curativo com uma dimensão e formato que garanta que a almofada central seja maior (em 1 cm) que a área da ferida.
b. Retire o curativo da embalagem estéril e remova o papel protetor da parte de trás do curativo. Tenha o cuidado de minimizar o contacto dos dedos com a camada que está em contato com a ferida e com a superfície adesiva.
c. Este curativo pode ser cortado na dimensão e formato necessários.
d. Segure o curativo sobre a ferida e alinhe o centro do mesmo com o centro da ferida. Coloque a almofada central absorvente do curativo diretamente sobre a ferida e alise suavemente a borda do curativo.
e. Se tiver cortado o curativo adesivo, utilizar uma bandagem apropriada ou adesivo para manter o curativo no lugar.
f. Em zonas anatômicas difíceis, como o calcâneo e a zona sacra, podem ser utilizadas as apresentações adesivas específicas.
g. Descarte qualquer parte do produto que não tenha sido utilizada.


4. Remoção do curativo
a. O curativo deve ser trocado quando clinicamente indicado (ex: vazamento, sangramento, aumento da dor, suspeita de infecção). O tempo máximo de utilização recomendado é de sete dias.
b. A lesão deve ser limpa em intervalos de tempo apropriados.
c. Para remover o curativo, pressionar suavemente a pele e levantar um dos cantos do curativo. Continuar até que todo a borda do curativo esteja levantado. Deve retirar-se cuidadosamente o curativo por inteiro e descartar de acordo com o protocolo clínico local.



CUIDADOS DE CONSERVAÇÃO


Armazenar entre 10 e 25º C. Conservar em local seco e evitar umidade elevada. Proteger da Luz.


O FABRICANTE RECOMENDA O USO ÚNICO.


Processo de esterilização: óxido de etileno



Especificações


As imagens são meramente ilustrativas.