Uma senhora de óculos com a mão no rosto


Estoma: cuidados básico com a bolsa de ostomia

Ostomia: saiba por que a sua bolsa pode estar vazando


Ok, você acabou de se submeter a uma ostomia e terá de aprender como será a vida daqui para a frente. Saiba que um dos problemas que às vezes todo ostomizado passa é o vazamento de fezes ou de urina pela bolsa, algo que pode causar não só um impacto psicoemocional profundo, mas também irritação e danos à pele. Calma, tudo tem solução. É importante que você possa identificar por que a sua bolsa estaria vazando. Cheque estas questões. Se por acaso você não conseguir solucionar nenhuma delas, procure imediatamente o seu médico.


1. Como está a pele que circunda o seu estoma?


Essa é uma checagem fundamental. Nem todo mundo tem a pele lisinha. Pequenas dobras, por causa de uns quilinhos a mais, rugas, vincos podem atrapalhar a fixação da base adesiva. Quando isso acontece, pode haver vazamentos, porque a base tem de estar plenamente em contato com a pele.


Cheque com regularidade esse ponto. Dependendo do tamanho do vinco ou da ruguinha, é possível regularizar a superfície com o uso de creme barreira.


2. A base adesiva está bem justa ao seu estoma?


Cada pessoa tem uma conformação de estoma diferente da outra. Além disso, o estoma pode mudar de tamanho com o passar do tempo. Isso é normal. Uma coisa importante a saber é que depois da cirurgia, ele vai ficar menor. Assim, é essencial que de tempos em tempos, você refaça a medida do estoma, como ensinamos aqui.


Se a abertura da base não estiver bem justa ao estoma (justa, não apertada), poderá haver vazamentos. Algumas marcas oferecem um anel moldável para ser colocado ao redor do estoma, que ajuda a selar aquela região contra possíveis vazamentos e também proteger a pele. Esse anel também ajuda a preencher qualquer tipo de dobra da pele que circunda o estoma, ajudando a corrigir essas irregularidades.


3. Você percebe que vaza quando faz algum movimento mais brusco ou fazendo exercícios?


Você pode se exercitar com a bolsa de ostomia – e deve. Mas se por acaso notou que houve vazamento enquanto se exercitava - por exemplo, ao fazer giro de tronco ou agachamento – é possível que algo esteja errado.


Algumas marcas oferecem um acessório chamado de fita elástica. A ideia é garantir que a base adesiva fique na posição correta. Essa pode ser uma excelente opção. Outra boa ideia é discutir com o seu médico se não seria o caso de você usar uma base convexa. Uma terceira ideia é usar uma cinta para ajudar a manter a bolsa presa junto ao corpo. Essa opção é interessante para quem faz exercícios de movimentos mais intensos.


4. Como está a pele abaixo da base adesiva


Na hora da troca da base adesiva, observe como está a pele – por exemplo, se ela está úmida e esbranquiçada, sinais de que ela pode estar macerada.


Vazamentos ou excesso de umidade tornam mais difícil a fixação. A pele tem de estar bem seca. Considere usar um pó específico para quem é ostomizado, que ajuda a formar uma barreira protetora e também manter o local seco.

Saiba mais sobre esse assunto

Produtos relacionados:

  • Meias Cardinal Antiembólicas T.E.D - Até a Coxa - Extra G. Grande - Regular

    Por: R$ 71,43

    Comprar
  • Bolsa Para Ostomia Drenável Sem Filtro Transparente Hollister 70mm 10un

    Por: R$ 270,00

    Comprar
  • Meias Cardinal Antiembólicas T.E.D - Até o Joelho - Extra G. Grande - Regular

    Por: R$ 71,75

    Comprar
  • Bolsa De Uma Peça Para Ostomia Opaca Hollister Premier Barreira Softflex Recortável Até 75mm 10un

    Por: R$ 408,57

    Comprar
  • Bandagem Elástica Co-Plus - 7,5 cm X 4,5 m - Cor da Pele

    Por: R$ 22,04

    Comprar